Hipermetropia – Erros Refrativos

hipermetropia

O hipermetrope tem baixa visão para perto e longe. Se conseguir enxergar bem de longe, será com esforço e fadiga, pois o olho não consegue compensar todo o grau através do músculo responsável pela acomodação.

A Hipermetropia é um erro de refração (ametropia) que faz com que os raios luminosos que vão em direção dos olhos se encontrem num foco atrás da retina e não sobre a retina como deveria ser para um olho normal, fazendo com que a pessoa não enxergue bem de perto.

Geralmente a visão para longe é relativamente boa, pois o foco automático do olho compensa a pouca convergência de luz. Com a idade, a acomodação fica prejudicada e a visão pode também ficar ruim também para longe.

Geralmente, a hipermetropia tem origem congênita do olho, ou seja, o globo ocular é pequeno.

O esforço permanente da vista pode provocar fadiga ocular e dores de cabeça, sensação de peso nos olhos, lacrimejamento, ardor e vermelhidão, especialmente depois do trabalho e no final do dia.

Uma hipermetropia fraca pode passar desapercebida até aproximadamente os 40 anos, já que o olho faz a compensação do grau para estabelecer uma imagem nítida.

Nas crianças, uma hipermetropia fraca é normal, devido ao seu crescimento. Mas se a hipermetropia for mais forte, ela é facilmente notada, já que este erro refrativo apresenta-se acompanhado de estrabismo, que deve ser rapidamente corrigido.

Conheça um pouco mais sobre Hipermetropia:

View Video

Causas

Se no olho hipermétrope a imagem se forma atrás da retina, a correção consiste em aumentar a convergência dos raios trazendo a imagem mais para frente, em direção da retina. Como a miopia, a correção da hipermetropia pode ser feita com óculos, lentes de contato, cirurgias corneanas e lentes intra-oculares.

Óculos e lentes de contato são a primeira opção para o tratamento.

Dependendo de cada caso podem ser usados continuamente ou somente para leitura, computador. Em certos momentos poderá haver indicação para cirurgia com laser (LASIK, PRK) para remodelar a córnea, tornando-se mais convergente.

As lentes intra-oculares fácicas (sem remoção do cristalino) pode ser uma opção em casos muito especiais. A tendência hoje é optar pela substituição do cristalino por uma lente intra-ocular multifocal (facorrefrativa). Uma boa opção para os hipermétropes após os 40 anos que começam a apresentar os sintomas de vista cansada (presbiopia).

Faça seus exames de vista Piumhi com o médico oftalmologista Dr. Paulo Henrique Faria Silva e saiba seu grau de hipermetropia, a clínica dos olhos está preparada para lhe atender.

Quer saber mais sobre a Hipermetropia? Acesse a Área de Atendimento e entre em contato conosco. Se preferir, ligue (37) 3371-2626

RELACIONADOS

cirurgia-refrativa
Cirurgia Refrativa a Laser: Miopia, Astigmatismo e Hipermetropia
  O que é Cirurgia Refrativa? A Cirurgia Refrativa é o nome dado aos procedimentos cirúrgicos para a correção dos Erros Refrativos (Miopia, Hipermetropia, Astigmatismo e…
Erros Refrativos Tratamento
Tratamentos de Miopia, Hipermetropia, Astigmatismo e Presbiopia
Os Erros Refrativos são pequenas deficiências visuais que afetam a visão da pessoa, diminuindo a qualidade de vida. Felizmente, estes Erros Refrativos não são doenças graves…
exames-de-refracao
Exames Refrativos: Miopia, Astigmatismo e Hipermetropia
O tratamento mais indicado para a correção dos Erros Refrativos, como a Miopia, a Hipermetropia e o Astigmatismo, é a cirurgia refrativa. Este procedimento é…